• DVD
  • Clássicos

Folha Clássicos do Cinema - Vol.17 - à Meia Luz *livro + DVD*

  • DVD
  • Clássicos

Folha Clássicos do Cinema - Vol.17 - à Meia Luz *livro + DVD*

Artista / BandaIngrid Bergman & Charles Boyer

Gravadora:  Desconhecido

Conservação da Capa:  Bom Estado

Conservação do CDÓtimo Estado

Região:  Região 4

Idioma:  Português, Inglês

Duração:  114 minutos

Recomendação:  12 Anos

Cor:  Preto e Branco

Diretor:  George Cuckor

Formato de Tela:  Fullscreen

Legenda:  Português, Inglês, Espanhol

Sistema de Som:  1.0

Coleção:  Folha Clássicos do Cinema - 17

Box:  Livro+DVD

Curiosidades:  Gravadora: Folha de São Paulo

Sinopse

A bela e ingênua Paula Alquist (Ingrid Bergman) conhece o vivido Gregory Anton (Charles Boyer) e, após um curto namoro, se casam eles e passam duas semanas de lua-de-mel na Itália, onde Paula estudou ópera. Voltando a Londres, o casal se muda para a casa de uma tia de Paula, que foi uma famosa estrela de ópera e que também foi morta misteriosamente, sendo que Paula encontrou seu corpo quando ainda era criança. Entre os criados há Elizabeth Tompkins (Barbara Everest), que cozinhou para a família durante anos, e Nancy Oliver (Angel Lansbury), uma empregada que se insinuou para Gregory no minuto em que ele entrou na residência. Gregory logo ordena que a parte de cima da mansão seja lacrada e explica a Paula, que este ato é para o próprio bem dela, pois foi lá que sua tia foi assassinada. A partir de então Paula começa a perder coisas, sendo que Gregory fala para ela que seus lapsos de memória estão começando a perturbar a vida social deles. Ele revela a outros que a mãe de Paula morreu em um manicômio. Em uma reunião social onde Gregory reprova Paula pelo comportamento irregular dela, ambos são observados por Brian Cameron (Joseph Cotten), um detetive da Scotland Yard que se interessa pelo casal e começa a fazer investigações sobre o assassinato não solucionado da tia de Paula. Miss Thwaites (May Whitty), uma fofoqueira, dá informações sobre os hábitos do casal, o que aumenta as suspeitas de Cameron em relação a Gregory. Cameron tenta ver Paula em particular, mas é impedido várias vezes por Gregory, que está sempre alerta. Quando Cameron tem finalmente êxito, ela está à beira de um colapso nervoso. Paula explica que ela nota que a luz de gás nos quartos dela fica instável e diminuta, mas ninguém mais nota isto e ela acredita que é outra alucinação. Enquanto falam a luz de gás escurece e Cameron confirma isto. Ele então acha coisas perdidas por Paula, trancadas na escrivaninha do marido dela, juntamente com uma carta que Gregory aparentemente escreveu há vinte anos atrás para a tia assassinada de Paula.